Dançar previne transtornos mentais em idosos e melhora o equilíbrio físico e emocional

A dança é uma excelente aliada para os idosos que querem conservar uma boa saúde, física e mental. A atividade previne doenças e minimiza as perdas corporais advindas do envelhecimento.

Um estudo publicado pela Revista Brasileira de Enfermagem (REBEn) em 2018 concluiu que a prática da dança de salão entre idosos melhora o equilíbrio e o desempenho motor e atua na “prevenção e no controle de agravamentos de doenças demenciais”.

Os benefícios decorrentes das práticas de dança apontam para minimizar o uso de medicamentos, ampliar a capacidade de movimentação no ambiente e de convívio social, como cita o artigo, referenciando outros estudos.

A PESQUISA

A pesquisa foi realizada pela Escola de Enfermagem da UFRJ (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) e pelo Instituto de Humanidades e Saúde da UFF (Universidade Federal Fluminense).

Participaram 60 idosos separados em dois grupos. Um deles, com 30 idosos, realizou três aulas semanais de dança de salão com 50 min. de duração, cada, por 12 semanas.

O outro grupo não participou das aulas e comprometeu-se a não realizar nenhuma atividade física extraordinária durante as mesmas 12 semanas.

Ambos foram submetidos a outros testes e exames de equilíbrio e coordenação.

RESULTADOS

Os resultados mostraram que o grupo que participou das aulas de dança de salão obteve melhora nos níveis de autonomia funcional e de estado mental. No grupo que não participou o resultado manteve-se inalterado.

Portanto, baseado nos resultados da e nas outras referencias citadas no artigo, conclui-se, mais uma vez, que a dança é uma excelente forma de se promover a saúde e prevenir doenças na terceira idade.

Por que não acreditar, também, que os benefícios estendem-se a todos os seres humanos, não somente aos idosos?

DANÇA: PRÁTICA TERAPÊUTICA

O artigo reforça que a dança vem sendo reconhecida cada vez mais como uma prática terapêutica alternativa.

Destaca também que “as pesquisas são unânimes quanto à importância da dança de
salão como exercício físico e como coadjuvante terapêutico, auxiliando no bem-estar mental, emocional e físico do idoso”, citando fontes externas.

Vamos dançar!? Por saúde, por amor próprio e por diversão!

*Para reproduzir essa matéria citar como fonte: “corpoessencia.com”.

FONTE: Borges EGS, Vale RGS, Pernambuco CS, Cader SA, Sá SPC, Pinto FM, et al. Effects of dance on the postural balance, cognition and functional autonomy of older adults. Rev Bras Enferm [Internet]. 2018;71(Suppl 5):2302-9. [Thematic Issue: Mental health] DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0253

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s